Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
10%
A MORTE NAS DUNAS
Autor: Jim Crace
Colecção: Gradiva

Páginas: 180
Ano de edição: 2001
ISBN: 978-972-662-779-1
13,12 €
11,81 €

Quantidade:
Sinopse
Baritone Bay, a meio da tarde. Um homem e uma mulher, nus, casados há quase trinta anos, jazem assassinados nas dunas. Os corpos tinham expirado, mas qualquer pessoa diria - só de os olhar - que Joseph e Celine ainda se amavam. Pois enquanto a mão dele a tocava, encurvada sobre a perna dela, o casal parecia ter alcançado esse estado de paz que o mundo geralmente nega, um momento de graça que desafiava até o crime que os vitimara. Qualquer pessoa que os encontrasse ali, tão perversamente desfigurados, seria não obstante forçada a admitir que algo do amor de Joseph e Celine tinha sobrevivido à morte das células. Os cadáveres tinham sido entregues ao tempo e à terra, mas ali estavam ainda um homem e a sua mulher, repousando serenamente, carne contra carne, mortos, mas ainda presentes.

Os romances de Jim Crace apresentam-se em admirável sintonia com a substância e natureza de acontecimentos nos limites da vida. Os limites da história, os limites geográficos da terra, a zona cinzenta do comportamento moral, o limiar entre a vida e a morte, tudo isto são temas privilegiados do seu universo literário. A Morte nas Dunas é uma obra poderosa e absolutamente cativante, iluminada por uma imaginação vigorosa e fecunda.

"Uma das mais brilhantes estrelas da ficção britânica contemporânea."
The New York Times Book Review

"Uma obra quase genial [...] por um dos mais originais e talentosos escritores do nosso tempo."
Literary Review
Autor(es)
JIM CRACE nasceu em Hertfordshire, Inglaterra, em 1946, e cresceu no norte de Londres. Foi leitor de Literatura Inglesa na Universidade de Londres e dedicou-se à ficção em 1974, sendo actualmente considerado uma dos mais inovadores e originais autores internacionais, com uma poderosa capacidade para criar mundos e cenários imaginários.



Entre as suas obras de ficção contam-se Continent (Prémio Whitbread First Novel 1986, Prémio The Guardian 1986 e Prémio David Higham 1986), The Gift of Stones (GAP International Prize for Literature 1989), Quarentena (finalista do Booker Prize 1997) e Morte nas Dunas (Prémio Whitbread Novel 1999, Prémio National Book Critics' Circle 2000 e finalista do Prémio Literário International IMPAC Dublin 1999), estando as duas últimas publicadas em Portugal pela Gradiva.



Foi galardoado com o Prémio E. M. Forster pela Academia Americana das Artes e das Letras em 1992 e tornou-se membro da Royal Society of Literature em 1999.



Vive em Birmingham, Inglaterra, com a mulher e os dois filhos.